Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘blogs’ Category

Saúda-se entradas recentes (ou mais recentemente detectadas) na blogoesfera da comunicação, ali na coluna do Trade Nacional.

E destacamos os seguintes posts:

Propaganda: Aos senhores directores hoteleiros

Active Media: Time Out toma conta da Ribeira

Por Conta e Risco: Quando a marca se torna verbo

On Prosperity: Sobre o referido episódio

Read Full Post »

Blogs e ética

As conversas são como as cerejas e cá volto eu ao tema. Mas as questões de ética são um dos meus campos de interesse e o facto praticamente estabelecido que os bloggers não estão sujeitos a códigos de ética ou deontológicos é mais um daqueles temas que acredito que vão evoluir.

Reportando-me mais uma vez à realidade norte-americana, onde já vimos que os blogs são verdadeiros media e muitos bloggers se equiparam a jornalistas, deparei-me com o famoso colunista e blogger do New York Times, David Pogue e a sua “Note about Ethics and Disclosure“. Não é o facto de não ser jornalista que impede Pogue de declarar os seus interesses e de seguir princípios no que respeita à cobertura que faz de temas e produtos, incluindo não aceitar ofertas das marcas e empresas e chega ao ponto de não deter acções de companhias sobre as quais escreve.

Eu diria que este código é mais restritivo que o de muitos jornais. Para não falar do de colunistas.

Read Full Post »

O tema é inesgotável, e parece que o rastilho lançado pelo Rodrigo pegou.

Vou apenas referir, porque muito interessante, a análise do Nuno Gouveia à realidade norte-americana e de que recomendo a leitura. Chego à conclusão, a partir do histórico feito pelo Nuno que, de facto, faz sentido que nos Estados Unidos os bloggers se equiparem cada vez mais a jornalistas (quem quiser pode ver aqui o resumo do estudo) Basta ver a quantidade de blogs que se transformaram em meios de comunicação social e que, no jargão actual, se denominam de social media.

Claro que em Portugal estamos a milhas dessa realidade. Mas acredito que cá chegará. Como em tudo o resto, o nosso atraso tem a ver com a falta de recursos, o pequeno mercado e a tradicional cultura de minifúndio, onde cada blog tem a sua quintinha. Por isso demorará a transformação dos blogs em verdadeiros social media. Não deixam, contudo, sobretudo na política (mas não só) de serem media cada vez mais influentes.
Depois, no blog do 31 da sarrafada, o Fernando Fonseca, que se assume como “blogger sem agenda” e refuta o epíteto de jornalista,  dá o mote a comentários a esse post, muito interessantes, da Jonas Nuts, que equipara os blogs a orgãos de comunicação social, mas distingue-os claramente dos “orgãos tradicionais”.
Por fim, o Carlos José Teixeira, no seu blog semiose.net  procura definir a linha que separa bloggers de jornalistas: obrigações legais, éticas e deontológicas dos segundos que os primeiros, de facto, não têm.
Numa desesperada tentativa de síntese, arrisco-me a esta: num futuro mais ou menos próximo, todos os meios de comunicação social terão uma configuração próxima dos blogs. Uns serão de grande dimensão e terão profissionais (que não sei como se chamarão) e outros serão pequenos blogs pessoais, ou de pequenos grupos, ou corporativos, e serão amadores (como se pretende equiparar agora os bloggers). Antevejo ainda a extinção da ERC…

Read Full Post »

%d bloggers like this: